Klas, Agência de Viagens em Curitiba e Niteroi
RJ (21) 2705-3080
PR (41) 3242-9000

África do Sul

Rico em diversidade cultural, étnica, belezas naturais, praias e incríveis lugares para fazer safáris, a África do Sul oferece todos os tipos de atrações turísticas, já para quem deseja apenas relaxar, pode aproveitar as luxuosas pousadas. Um país ensolarado e de contrastes que atrai cada vez mais turistas que buscam fazer uma viagem inesquecível.

Opções do destino

  • África do Sul

    Cape Town

    Com uma geografia muito peculiar e uma beleza natural indescritível, a grandeza de Cape Town extrapola a capacidade e habilidade dos melhores fotógrafos. As belas praias, grandes montanhas e paisagens extraordinárias espalhadas pela cidade e região atraem viajantes de todos os cantos.

    Leia mais

    Se o seu sonho é conhecer a África do Sul, você não pode deixar de conhecer a Cidade do Cabo.

    Você vai encontrar belas trilhas, parques e praias badaladas (como Clifton e Camps Bay). Sem contar que Cape Town tem ainda excelentes museus, igrejas e castelos magníficos e um ambiente cosmopolita, com bares, restaurantes, lojas e hotéis design. Não deixe de passar por City Bowl, que é o coração comercial da cidade, com avenidas limpas e amplas. A cidade revela traços da colonização holandesa em monumentos como o Castle of Good Hope (Castelo da Boa Esperança), do século 17. Uma coisa será inesquecível durante a sua viagem: o fim de tarde em Cape Town, quando os turistas e moradores locais sobem em uma das suas muitas colinas e admiram o dia acabar em glória.

    Nos dias de verão você vai ver muita gente ao ar livre, correndo, escalando, surfando, remando. As pessoas, além de belas, são gentis, prestativas e amáveis. Você vai comer muito bem em Cape Town, uma cidade com rica tradição gastronômica. A cozinha local tem como ponto forte as carnes. Quando você estiver na Cidade do Cabo vai encontrar também belos motivos para escapadas curtas, como ir para Boulders Beach, a famosa praia dos pinguins; os consagrados vinhedos da região de Stellenbosch; e o Cabo da Boa Esperança, um belo parque natural à beira-mar. Quer saber mais sobre Cape Town e a África do Sul? Na Klas Viagens você vai encontrar muitas informações. Venha nos fazer uma visita.

    Idioma: Inglês e africâner

    Moeda: Rand

    Melhor época para ir

    No fim do outono ou no meio da primavera, que são nos meses de setembro a maio.

  • África do Sul

    Johannesburgo

    Dá para escolher como você quer se referir à maior cidade da África do Sul. Johannesburgo, Joanesburgo ou simplesmentre Joburg, o apelido carinhoso. O que importa é visitar esse destino que cada vez mais cresce como cidade e atração turística, pois não se conhece totalmente a África moderna sem passar por ele.

    Leia mais

    A cidade concentra museus que reúnem a história do país, como o Museu do Apartheid, um passeio que promove uma verdadeira reflexão sobre o regime de segregação racial que prevaleceu entre os anos de 1948 e 1994 na África do Sul e o Museu Hector Pieterson, fundado em homenagem ao jovem morto em conflito com a polícia de Soweto e que dá nome à instituição.

    Soweto, aliás, não pode ficar de fora do roteiro. Trata-se de uma das maiores comunidades negras, em que é possível ver – e viver – a cultura local. Na região, está o Museu de Mandela, localizado na casa onde o líder Nelson Mandela viveu por anos. Inclua no passeio a sede da mais alta corte judiciária, a Constitution Hill e o complexo Old Fort Prison, em que nomes como Mandela e Mahatma Gandhi estiveram encarcerados.

    Esses são destinos que promovem um mergulho na história da África do Sul, mas a maior cidade do país oferece também muita diversão. Conheça o Gold Reef City, um dos maiores parques de diversões da região, que abriga também um complexo de cassinos e restaurantes, e o Zoológico de Joanesburgo, um dos maiores do país.

    Dizem que o sol se põe ainda mais belo na África do Sul. Portanto, se você está em Johannesburgo, aproveite para ir ao Carlton Centre e ver a vista em 360 graus no alto dos 223 metros do prédio. A qualquer hora do dia, a vista é de tirar o fôlego, não é a toa que o edifício é conhecido como “Top of África”.

    Dica: Se você gosta de animais, inclua no roteiro o Lion Park, que faz um importante trabalho de preservação das espécies de animais africanos.

    Idioma: Inglês e africâner, que se parece muito com o holandês, com algumas características de português, alemão e francês.

    Moeda: O Rand é a moeda oficial da África do Sul.

    Melhor época para visitar: Johannesburgo pode ser visitada o ano inteiro, mas se você estiver de passagem e o foco for os safáris, a melhor época é entre março e novembro, para evitar o calor do Verão.

  • África do Sul

    Kruger Park

    Se sua intenção é ver espécies como leões, elefantes, girafas e rinocerontes em seu habitat natural, sim, está no lugar certo. O Kruger Park é o maior parque nacional do País, um verdadeiro santuário da vida selvagem africana com mais de 19 mil km de extensão.

    Leia mais

    O Kruger Park está localizado em Lowveld, nas províncias de Limpopo e Mpumalanga (a cerca de 450 quilômetros de Johanesburgo) e oferece safáris inesquecíveis e com muita estrutura para todos os gostos. É considerado um dos dez parques naturais mais importantes do mundo.

    Foi criado em 1926 e ainda hoje abriga cerca de 500 espécies de aves, mais de 100 répteis e 150 mamíferos, incluindo os chamados “big five” (rinoceronte, leão, leopardo, búfalo e elefante).

    Os 35 mil km de reserva do parque recebem cerca de um milhão de turistas por ano, portanto, é melhor se programar e falar com um dos consultores da Klas Viagens com antecedência para conhecer o exuberante local. Além das espécies nativas, em passeios de tirar o fôlego, feitos para todos os gostos e bolsos, a flora local também impressiona.

    Por lá é possível ver os baobás, as árvores nativas cujos troncos podem chegar a 9 metros de diâmetro e parecem estar invertidas, ou seja, com as raízes para cima. São 23 mil espécies de flora registradas, um verdadeiro paraíso para quem gosta de observar a natureza.

    No local também é possível optar por vários tipos de alojamentos, dentro ou fora do parque (também depende do quanto se quer gastar). Se a opção é no interior do parque, é possível fazer os game-drivers, um safári fotográfico feito em jipe ou caminhão aberto. É só preparar a câmera e os olhos para ver uma das paisagens mais belas da África do Sul e entender a natureza de um jeito muito peculiar.

    Dica: É possível que você fique sem ação ao olhar a imensidão do Kruger Park e não saiba bem para onde direcionar a visão. Fique atento sempre que ver água. A máxima “onde há água, há animais” é certa por ali, já que eles costumam parar próximo aos rios para matar a sede.

    Idioma: Inglês e africâner.

    Moeda: O Rand é a moeda oficial da África do Sul. Fale com nossos consultores de viagens para mais informações e dicas para câmbio.

    Melhor época para visitar: Entre março e novembro, para evitar os dias muito quentes do Verão.

  • África do Sul

    Sun City

    Sim, há muito luxo na África do Sul. E se a ideia for desfrutar do que há de melhor no país, não tem como não conhecer Sun City. A palavra exuberante ainda é pouco para definir o resort situado na província de North-West, a 190 km de Johannesburgo. No complexo de hotéis tem até um 6 estrelas: o primeiro na categoria inaugurado no mundo.

    Leia mais

    O Palace of the Lost City é o primeiro hotel 6 estrelas do mundo, mas o complexo Sun City ainda oferece outras opções de hospedagem que variam de 3 a 5 estrelas. Opções do que fazer não falta no resort, que abriga o parque aquático Valley of the Waves, além de cassinos e restaurantes e uma série de passeios, como safáris e balões.

    O parque aquático, conhecido como “vale das ondas” é uma grande piscina com ondas e areia. Ninguém pode dizer que não está em uma verdadeira praia, já que as ondas artificiais podem chegar a quase dois metros de altura. Um paraíso para os amantes de surf.

    Todo o projeto do resort é inspirado em antigos palácios reais, por isso as construções são suntuosas e extravagantes. Prepare-se para ver temas mitológicos com esculturas de animais selvagens em tamanho real durante todo o passeio. Tudo é superlativo no local, que tem desde cachoeiras, até campos de golfe com jacarés, aquários e verdadeiras florestas.

    Para quem não se hospedar no complexo ou no hotel com maior estrelas do planeta, é possível fazer um tour pelo local, conhecido por abrigar celebridades e ser palco de festas suntuosas. Os guias locais têm sempre muitas histórias para contar, mas que tal construir a sua própria história nesse paraíso luxuoso? Fale com um consultor de viagens da Klas Viagens e prepare as malas.

    Dica: Mesmo se você não for se hospedar em um dos hotéis do complexo Sun City, é possível conhecer o Valley of the Waves, pagando alguns rands. A visita vale muito à pena. Não deixe de descer pelo toboágua de 90 graus e passar pela Ponte dos Elefantes.

    Idioma: Inglês e africâner.

    Moeda: Rand.

    Melhor época para visitar: Com tantas atrações, indoor e na natureza, o resort pode ser visitado em todas as épocas do ano. A África do Sul é muito quente no Verão, entre outubro e abril e a temperatura é mais amena entre março e novembro, quando os safáris da região são ainda mais procurados.

Depoimentos

Tenho interesseDeixe seus dados e receba o contato de nossa equipe de agentes de viagens.

  •     Cruzeiros Marítimos
  •     City tour
  •     Circuitos
  •     Câmbio
  •     Ingressos
  •     Locação de Veículos
  •     Passagens Aéreas
  •     Passeios
  •     Passes de Trem
  •     Reserva de Hotéis
  •     Seguro Viagem
  •     Traslados
Viagem para CasablancaPacotes de viagem para JohannesburgoAgência de Viagens CuritibaAgência de Viagem em NiteróiPassagens aéreas para MarrocosTurismo para Sun City Pacotes aéreos para JohannesburgoPassagens aéreas para Sun City Turismo para CasablancaPacotes turísticos para Kruger Park