Klas, Agência de Viagens em Curitiba e Niteroi
RJ (21) 2705-3080
PR (41) 3242-9000

Argentina

É próximo ao Brasil. Tem paisagens fantásticas e destinos imperdíveis, como a capital Buenos Aires e a exuberante Patagônia. Tem a sofisticação da neve, com cidades que reúnem boas estações de esqui. Tem destinos para enólogos e enófilos, além de uma combinação de roteiros para quem quer natureza ou a movimentação das metrópoles. Sim, estamos falando da Argentina.

Não é por acaso que a Argentina é um dos destinos mais procurado pelos brasileiros. O país vizinho tem muito a oferecer. A começar pela capital, Buenos Aires, que reúne uma arquitetura diversificada e pontos turísticos que passeiam pela história do país a locais recém reformados que mostram como a cidade é cosmopolita e não para nunca de crescer. Leia mais

Opções do destino

  • Argentina

    Bariloche

    Muito mais do que um lugar para ver a neve próximo do Brasil, San Carlos de Bariloche tem muitas atrações e reúne milhares de turistas brasileiros em todas as épocas do ano. No inverno ou no verão, a cidade tem paisagens singulares e oferece uma grande variedade de passeios para todos os gostos.

    Leia mais

    Se a intenção é esquiar, fique atento aos diversos complexos de pistas. O Cerro Catedral tem um percurso de 120 km e desníveis que chegam a mil metros. Para quem já está acostumado a deslizar pela neve, mas para quem vai ter a experiência pela primeira vez, sempre há escolas e bons instrutores dedicados a ensinar mais sobre o esporte.

    Quem quer uma experiência na neve além do esqui, pode conhecer Piedras Blancas estação voltada para “esquibunda”, quando a descida é feita de trenó, mas não se engane: também há vários níveis de dificuldades. Se for pela primeira vez, comece devagar para evitar acidentes.

    Fora da temporada fria, também há muito o que fazer e Bariloche reserva paisagens incríveis, como as do Lago Nahuel Huapi, onde é possível fazer passeios de catamarãs, caiaques e barcos. Visite o Cerro Campanário, um morro com pouco mais de mil metros de altura localizado às margens do lago e que tem uma vista espetacular e faça o Circuito Chico, que faz um verdadeiro mergulho pelas atrações do local. O passeio para Ilha Victoria e o Bosque de Arrayanes também permite ver de perto este espetáculo do norte da Patagônia Argentina.

    No Cerro Otto está uma das atrações mais inusitadas, a Confeitaria Giratória, restaurante que, como o nome sugere, faz uma volta completa a cada 20 minutos, permitindo ver a paisagem a 360 graus seja qual for a mesa que escolher para degustar os deliciosos pratos.

    Na cidade, visite o Centro Cívico, um nicho de arquitetura peculiar onde está o Museu da Patagônia, a bandeira argentina e o monumento a Julio Roca. No centro da cidade está a Catedral de Bariloche. A igreja mais famosa da cidade foi inaugurada em 1946, em estilo neogótico e faz uma homenagem a Nossa Senhora Nahuel Huapi, que também dá nome ao lago.

    Para quem quer apostar as fichas no centro, é nessa região que fica o famoso Cassino de Bariloche, um prédio de três andares onde jogar e divertir-se é a regra. A Rua Mitre é a mais importante da cidade, reunindo um centro comercial diversificado, além de diversos serviços.

    Dica: Para quem está disposto a se afastar um pouco da cidade, uma opção é o Refúgio Neumeyer, localizado a 18 km de Bariloche, na região do Valle del Chacall Huaco. Um pouco mais distante, a 80 km, está El Bolsón e a 260 km, San Martín de Los Andes. Fale com um dos consultores da Klas Viagens e programe o melhor roteiro para não perder nenhuma oportunidade.

  • Argentina

    Buenos Aires

    Além de ser pertinho do Brasil, Buenos Aires é um destino completo e cheio de atrações incríveis. A capital do país do tango, das carnes saborosas e das papas fritas é cosmopolita e agradável, com ótimos restaurantes, parques elegantes e charmosas lojas.

    Leia mais

    Há uma enorme variedade coisas para ver e fazer na cidade mais visitada pelos brasileiros no exterior.

    Não dá para ir para Buenos Aires e não provar as famosas carnes. Seja no concorrido Puerto Madero ou em algum pequeno e encantador restaurante de Palermo, você precisa experimentar. Aliás, aproveite para caminhar por essas duas regiões da cidade. Elas dizem muito sobre o estilo de vida do argentino. E claro que não pode faltar no roteiro lugares clássicos como o Caminito, uma espécie de Pelourinho portenho, cheio de casinhas coloridas e lojas de souvenirs; e a Plaza de Mayo com sua Casa Rosada. Caminhe ainda pela 9 de Julho - a avenida mais larga do mundo - e veja de perto o Obelisco e o Teatro Colón. No final do dia, não deixe de assistir um espetáculo de tango em algumas das inúmeras casas de show da cidade. 

    A terra dos hermanos é charmosa e repleta de surpresas. Independente da idade e do seu estilo, há algum lugar de Buenos Aires que vai encantar você. Venha até a Klas para conversar mais sobre esta cidade e planejar melhor a sua viagem. Nós podemos ajudar você. 

    Melhor época para ir

    Com estações bem definidas, uma boa ideia é ir à cidade na primavera ou no outono, sem calor ou frio extremo. Nos meses de alta temporada, como julho, agosto, segunda quinzena de dezembro e janeiro, a cidade fica cheia. Se não há como planejar o período da viagem, vá sem medo.

  • Argentina

    Mendoza

    Não é a toa que a cidade de Mendoza, na Argentina, é chamada de “oásis”. Extremamente organizada e verde, a capital e maior cidade da província homônima, fica no oeste da Argentina, nas bordas das Cordilheiras dos Andes. É um pólo de produção de vinho e azeite e tem milhares de vinícolas que se transformaram em roteiro turístico obrigatório, mesmo para quem não é adepto da bebida.

    Leia mais

    Imagina uma cidade em que praças e ruas são irrigadas por um sistema criado por índios e provavelmente melhorado pelos Incas há centenas de anos. Um sistema tão eficaz que hoje se tornou um dos cartões postais da cidade de Mendoza. Mas a cidade abriga muito mais, claro. Um dos destaques da capital é o Parque General San Martin, ponto de encontro que tem restaurantes, estádio de futebol, anfiteatro e até um zoológico.

    Na cidade, conheça a Avenida Arístides Villanueva, que reúne diversos restaurantes e uma vida noturna bastante agitada, mas prepare-se também para visitar os arredores. No inverno, as estações de esquis como Las Leñas e Los Penitentes são verdadeiras atrações. No verão, esportes radicais são praticados no rio que corta a província, além das caminhadas e cavalgadas para apreciar as belas paisagens. A região ideal para estes passeios fica próxima do Monte Aconcágua, à Lagoa Potrerillos e ao Rio Mendoza

    As vinícolas são atrações à parte e fizeram a fama da cidade. Das cerca de 1,2 mil vinícolas, mais de cem estão abertas à visitação. O Museu do Vinho San Felipe, localizado na cidade vizinha de Maipu (cerca de 10 Km do centro de Mendoza) abriga quase 5 mil peças relacionadas à produção da bebida e é considerado o mais importante museu sobre vinho da América do Sul.

    Distante cerca 200 km de Mendoza, no Paso Uspallata (fronteira com o Chile) está o Cristo Redentor de Los Andes. A visita só é possível se não tiver muita neve, mas todo o caminho, que inclui a subida pela montanha vale o passeio. Conheça também a Puente Del Inca, uma ponte natural de rocha sedimentar que se formou sobre uma antiga geleira que ostenta uma incrível coloração verde e amarela.

    Fora do roteiro mais tradicional está a Reserva Natural Villavicencio, com sua “Estrada das 365 curvas” (justamente o que o nome sugere, uma estrada repleta de curvas) e que reserva uma vista magnífica. É um passeio que pode ser feito durante o "Tour de Alta Montanha" incluindo o Cristo dos Andes, Aconcágua e Puente del Inca. Fale com um dos consultores da Klas Viagens e construa um roteiro personalizado para visitar as maravilhas de Mendoza e seus arredores.

  • Argentina

    Patagônia Argentina

    Prepare-se para visitar um cenário cinematográfico, com regiões tão bonitas quanto inóspitas. A Patagônia Argentina oferece um universo de possibilidades, desde a navegação por geleiras, em que é possível admirar incríveis animais marinhos, como esquiar e praticar esportes radicais. Mas não se preocupe, se você não é adepto a aventuras exóticas, também vai sair ganhando ao visitar esse paraíso argentino.

    Leia mais

    Ao visitar a Patagônia Argentina é bom decidir primeiro o que quer fazer. A região dos Andes, por exemplo, é perfeita para quem gosta dos esportes na neve e oferece diversas opções para esse tipo de atividade. Ao leste, a Costa Atlântica abriga uma rica fauna. A Península Valdez é conhecida como um grande zoológico natural, em que é possível avistar pingüins, elefantes marinhos, lobos do mar e até baleias-francas.

    No extremo sul está a Ilha Grande da Terra do Fogo. Também um grande pólo para praticar esqui e outros esportes na neve, a região é um ponto de partida para cruzeiros e expedições que levam a Antártica. 

    Na Patagônia Argentina está o Parque Nacional Los Glaciares, que abriga o Glaciar Perito Moreno. São mais de 30 km de trilhas pelas geleiras, com passeios de barco que permitem assistir um espetáculo surpreendente no inverno ou quando as peças de gelo estão se desprendendo da água.

    Para visitar a região, é preciso escolher um lugar próximo para ficar. Cidades como Bariloche, Puerto Madryn, El Calafate e Torres Del Paine são boas opções, com ótimas infra-estrutura, além de oferecerem atrações próprias.

    Muitos turistas escolhem a estância de Bariloche, na província argentina de Rio Negro, para ficar, pois não importa se é inverno ou verão, há sempre atividades e paisagens exuberantes para desbravar. O Lago Nahuel Huapi é uma atração à parte. San Martin de Los Andes e Junín de los Andes também são paradas que valem a visita. Aproveite para conhecer o Parque Nacional Lanín, com seus vulcões nevados e lagos cristalinos, como o Huechulafquen, além das suas extensas florestas.

    Conheça as cidades litorâneas, como Viedma, Trelew, Comodoro Rivadavia e Río Gallegos. Sãos os destinos mais procurados para avistar as baleias-francas, os pinguins de Magalhães e pássaros das mais variadas espécies, além de outros animais marinhos.

    Reserve um tempo para percorrer as margens do Rio Colorado. São quase 2 mil km de estradas pouco habitadas e com uma paisagem belíssima. O local mais recomendado na região é Puerto Madryn, considerado um dos melhores centros logísticos da área. Não deixe de visitar o Parque Nacional Monte León, que abriga falésias extraordinárias.

    Dica: A Patagônia tem muito a oferecer, mas para visitar todas as belezas naturais e aproveitar o que a região oferece, é preciso reservar alguns dias. Prepare-se para estender a viagem.

    Melhor época para visitar: A Patagônia é uma região onde todos os tipos de clima podem acontecer no mesmo dia, então, em qualquer época do ano, vá preparado para uma grande variação climática. O verão é a melhor época para a prática de esportes mais radicais. No inverno, aproveite para esquiar e observar os animais que gostam dessa temperatura, como as baleias-francas e os pinguins.

Depoimentos

Tenho interesseDeixe seus dados e receba o contato de nossa equipe de agentes de viagens.

  •     City tour
  •     Passagens Aéreas
  •     Passeios
  •     Reserva de Hotéis
  •     Seguro Viagem
  •     Traslados
  •     Câmbio
  •     Circuitos
  •     Cruzeiros Marítimos
  •     Ingressos
  •     Locação de Veículos
  •     Passes de Trem
Agências Viagem CuritibaViagem para JohannesburgoViagem para Sun CityPacotes aéreos para EgitoViagem para Kruger ParkPacotes de viagem para JohannesburgoViagem para África do SulPacotes para JohannesburgoPacotes de turismo para JohannesburgoPassagens aéreas para Ilhas Maurício