Blog

Dicas de Viagem

Por Klas Viagens | 06/01/2020 às 09:00:00

Dicas e curiosidades sobre a Itália.

Dicas e curiosidades sobre a Itália.
Uma viagem para a Itália requer muita atenção aos detalhes na hora de preparar o roteiro. Encontre algumas dicas para levar em consideração no momento que estiver vistando esse país repleto de belezas e viva uma experiência única.

 

A Itália é um país localizado no centro-sul da Europa, faz fronteira com a França, Suíça, Áustria, Eslovênia, San Marino e a Cidade do Vaticano. Tem a quinta maior população da Europa e a 23ª do mundo. Tem como capital a cidade de Roma, que durante séculos foi o centro político e religioso do povo ocidental, como a capital do Império Romano e sede da Santa Sé.

O país é banhado por quatro mares, o Mar Tirreno, Mar Jônico, Mar Adriático e o Mar Mediterrâneo através das ilhas. Além disso, reserva alguns outros países independentes no seu interior, como San Marino e Vaticano. 

São mais de 7 mil quilômetros de extensão litorânea, inclusive as ilhas, as maiores são Sicília e Sardenha. A Itália é um país com atrações para todos os gostos, além das praias o local reserva os apeninos, que formam a espinha dorsal da península e dos Alpes, o ponto mais alto é o Monte Branco, com 4.810 metros de altitude. 

A Itália é o país que mais possui números de patrimônios mundiais pela UNESCO, fazendo com que o país seja um dos principais destinos turísticos no mundo, recebendo cerca de 37 milhões de turistas por ano. 

Além disso, o local recebe o título de 5° país mais visitado do mundo, atrás apenas da França, Estados Unidos, Espanha e China. O país em formato de bota reserva catedrais, palácios, fortalezas, sítios arqueológicos e milhares de obras de arte, atrações culturais são itens que não podem faltar na viagem.

 

Como chegar

A LATAM tem voos todos os dias direto para Milão. A Alitalia tem voos saindo de São Paulo para Milão e Roma todos os dias. Algumas empresas fazem conexões por outras capitais europeias, sendo possível chegar na Itália pela KLM, Air France, TAP, Iberia e Lufthansa.

Saindo da Europa, muitas companhias aéreas possuem voos que chegam nas cidades de Roma, Nápoles, Gênova, Milão, Turim, Veneza e Florença. 

Além disso, partindo de outros países europeus, é possível chegar na Itália de trem, ônibus ou carro.

 

Como circular

Para circular pelo país há algumas opções. Entre elas, a forma mais conveniente é de trem. Os serviços costumam ser frequentes e pontuais, as estações são bastante equipadas e é possível chegar em outras cidades turísticas da Itália. 

É recomendado, para viagens entre as cidades, utilizar os trens expressos. Já para pontos na mesma cidade as linhas são mais lentas e param em várias estações. 

É bastante tranquilo alugar carros para passear no país. Afinal, o carro chega em lugares que os trens não vão, deixando os visitantes mais perto dos pontos de interesse. Sem contar na autonomia que o turista consegue ter ao alugar um carro. 

Na região da Toscana, por exemplo, existem diversos vilarejos e fábricas no meio da paisagem, lugares perfeitos para fazer uma parada de carro. 

A Itália é um dos maiores produtores automotivos do mundo, a matéria-prima mais exportada são os carros, como Fiat, Ducati, Ferrari, Maserati, Lamborghini, Alfa Romeo e Pagani.

 

Clima

Não existe a melhor época para visitar a Itália, tudo vai depender de o que quer aproveitar no país. Se quer ir no inverno e ter a chance de ver a neve e esquiar nos alpes, busque viajar entre dezembro e março. O único problema com essa época é que no norte do país chove muito, então programe passeios que não sofram tanta interferência. 

Nos meses de abril e junho as temperaturas ficam mais agradáveis, em agosto as temperaturas também são boas, mas a Itália recebe muitos turistas neste período.

 

Gastronomia 

Ao visitar o país, um dos principais pontos de interesse é a culinária, conhecida mundialmente e fonte de inspiração para diversas outras culturas. Além das praias paradisíacas, a Itália dispões de prédios históricos, monumentos, montanhas com neve para esquiar, pratos ricos em massas, polentas e gelato, e claro, os famosos queijos, frios e vinhos italianos. 

Os pratos e receitas são muitas vezes de tradições locais ou familiar. Os cozinheiros acreditam na qualidade dos ingredientes e não na preparação realizada. 

Na maioria dos restaurantes, há cardápios com o menu do dia para almoço, que servem a entrada (antepasto), prato principal e uma taça de vinho da casa. Para o jantar, é de costume ter dois pratos quentes, o primo piatto (sopa, pasta ou arroz) e o secondo piatto (normalmente carne). 

Não é muito comum encontrar restaurantes especializados em vegetais, principalmente em cidades pequenas. Mas não se preocupe, é bastante comum ter pratos vegetarianos em todos os cardápios de restaurantes. Há uma vasta quantidade de legumes, verduras e cogumelos disponíveis. 

O gelato é um sorvete no estilo italiano, é a mistura de leite, creme e açúcar com algum ingrediente a mais. Normalmente tem níveis de gordura mais baixos que os sorvetes comuns. 

Além dessas atrações gastronômicas, estão os queijos, frios e vinhos italianos. O país é um dos principais produtores desses ingredientes, tornando-se referência em todo o mundo. Em média, um italiano toma 45 litros por ano em vinhos, quase uma garrafa inteira por semana.

 

Cultura

A Itália tem uma cultura única e que se molda nos costumes da região. São anos de armazenamento para juntar todas essas informações. O país tem 53 sítios arqueológicos classificados como Património Mundial pela UNESCO e é o local com maior coleção de arte, cultura e literatura de diferentes períodos. 

Além disso, são cerca de 100 mil monumentos espalhados pelo país, tais como museus, palácios, edifícios, estátuas, igrejas, galerias de arte, casas de campo, fontes, casas histórias e vestígios arqueológicos. 

A literatura italiana se fundou no século VIII a.C. e é bastante influente com escritores, poetas, filósofos e historiadores, como Nicolau Maquiavel, Orlando Furioso, Ludovico Ariosto, Giovanni Verda, Carlo Collodi e Eugenio Montale. 

Na arquitetura a Itália é uma das referências mundiais. São diversos estilos que se destacam entre si, classificados por períodos e região. O país é conhecido pelas construções de arcos, cúpulas e estruturas da Roma antiga e do movimento renascentista. Entre as principais obras arquitetônicas estão o Coliseu, a Catedral de Milão, Catedral de Florença e a Torre de Pisa. 

Já a arte romana foi influenciada pela Grécia Antiga, mas com algumas características únicas. Os principais escultores são Lorenzo Ghiberti, Luca Della Robbia, Donatello, Filippo Brunelleschi e Andrea del Verrocchio. 

Os principais pintores são Leonardo da Vinci, Michelangelo, Caravaggio, Ticiano, Sandro Botticelli e Giorgio Vasari.

Na moda, a Itália é uma das mais importantes do mundo. Milão, Florença e Roma são as principais capitais da moda do páis. Diversas grandes grifes mundiais são italianas, como Gucci, Armani, Prada, Versace, Valentino, Dolce & Gabbana, Missoni, Fendi, Moschino, Max Mara, Trussardi e Ferragamo. 

Além disso, a Itália é uma das principais referências em design de interiores, arquitetônico, industrial e urbano do mundo.

Pacotes Relacionados

0 Comentários

Deixe seu comentário

Galeria Fotos

    Ligamos pra você

    Nós ligamos pra você

    Enviar