Blog

Destinos Internacionais

Por Klas Viagens | 17/07/2019 às 09:00:00

Descubra quais cidades visitar ao viajar para o Marrocos.

Descubra quais cidades visitar ao viajar para o Marrocos.
Conheça algumas das principais cidades que não podem faltar no seu roteiro de viagem para o Marrocos e viva experiências surpreendentes em cada uma delas.

 

Rabat, a capital de Marrocos, costuma não receber muitos turistas. Marrakech é a cidade que mais recebe, seguida de Agadir, são cidade mais conhecidas com seus hotéis, spas e resorts de luxo. Tânger, Fez, Casablanca e Essaouira são outros destinos procurados pelos turistas, normalmente pelas belas praias e pelo comércio atraente e barato.

 

Marrakech

A cidade vermelha, Marrakech está entre as 5 cidades mais populosas do Marrocos. É um dos principais destino turístico do país. É uma cidade encantadora, com muita cultura, história, arquitetura e gastronomia.

Uma das maiores praças do mundo e com certeza a principal do país, Jemaa El-Fna é referência em Marrakech e fica dentro da parte cidade antiga. É vista como patrimônio cultural imaterial da humanidade, pela UNESCO.

Souks, os famosos mercados árabes do Marrocos.

Durante o dia, a praça tem baixo movimento. A noite, dezenas de barracas de comida são montadas. Além disso, você vai encontrar apresentações de diversos tipos, como danças típicas, musicas, encantadores de serpentes e até dentistas que trabalham ali mesmo, na rua.

Mesquita Koutoubia Minaret é considerada um importante e histórico monumento de Marrakech. O significado do nome é bibliotecário, isso porque a em volta da mesquita costumava ter vários vendedores de manuscritos. A torre, com 68 metros de altura, segue a arquitetura típica do país, e abriga 6 salas, uma acima da outra. Vale lembrar que não é permitida a entrada de não muçulmanos na mesquita.

Mesquita Koutoubia em Marrakech, no Marrocos.

O Cyber Park é um parque que está longe da correia de Marrakech. O local é bastante arborizado e ainda oferece Wi-Fi gratuito em todo o local. Além disso, existe um cyber café com ar condicionado.

O Jardin Majorelle foi criado pelo famoso pintor francês Jacques Majorelle em 1931. O jardim é um dos lugares mais visitados da cidade. Isso deve-se a sua incrível beleza e variedade de plantas que abriga. Cerca de 3000 espécies botânicas e aproximadamente um hectare de tamanho. Composto por espécies raras e exóticas, trazidas pelo francês de outras partes do mundo.

 Jardin Majorelle em Marrakech, no Marrocos.

Ensemble Artisanal é um local com vendedores de produtos artesanais marroquinos. Parecido com um shopping, é possível encontrar todos os tipos de produto, inclusive, lugares para comer e tomar um café, ou o famoso chá de menta. Diferente dos souks, os preços são fixos e não existe negociação. Também não tem aquele monte de vendedor tentando te vender algo. Ou seja, um lugar mais tranquilo para fazer compras, mas, também é mais caro.

 

Merzouga

É uma das cidade mais visitadas no país, os turistas não vão para conhecer a cidade em si, mas fazem o famoso passeio de camelo e é possível acampar no deserto do Saara.

Merzouga é uma aldeia Berbére e está localizada a 20km de distância da fronteira com a Argélia. Apesar do tamanho, recebe muitos turistas do país, pois está situado no deserto do Saara, junto ao Erg Chebbi, o maior agrupamento de dunas do país.

Ksar Aït Benhaddou é um vilarejo utilizado muitas vezes como cenário de filmes e séries, como Gladiador e Game of Thrones. Andar pelas pequenas ruas é como estar no mundo do cinema. Apesar de servir como set de filmagem, Merzouga é bem preservada, pois, é protegida pelo patrimônio histórico mundial. 

 

Rabat

Na cidade, que é a capital do Marrocos, está localizada a residência oficial do rei Mohammed VI, além do centro político do país e da sede das embaixadas. O território do palácio do rei, construído em 1864, é fechado para visitação e contém um belo jardim, com limoeiros, ciprestes e tamareiras, criado pelos franceses no início do século 20.

Torre Hassan em Rabar, capital do Marrocos.

A cidade fica a 60 quilômetros do belo litoral do Atlântico e um dos locais mais visitados é a Torre de Hassan, construída em 1195 com a intenção de ser o mais alto minarete do mundo, mas foi interrompida e inacabada com 44 metros de altura. Ao redor há mais de 200 colunas em estilo romano, que seriam os pilares da mesquita, e o Mausoléu de Mohammed V, onde estão enterrados o rei e seus dois filhos.  

Vale também visitar o Musée National de Bijoux, que está dentro de um palácio do século XVII e abriga uma coleção de arte marroquina.

 

Tânger

Uma cidade portuária que está situada no Estreito de Gibraltar, onde o Mediterrâneo se encontra com o Atlântico. É usada como ponto de passagem entre África e Europa. Atualmente, é uma cidade moderna e, por ficar há 90 minutos de ferry boat da Espanha, muitos falam espanhol. As ruas e a organização da cidade têm muitas referências portuguesa. 

Entre os lugares para conhecer na cidade, o Parque Perdicaris, que no século XIX pertenceu ao diplomata John h. Perdicaris, fica a zona do Bosque de R’Milat. É muito frequentado por moradores e visitantes, com espaço para relaxar, fazer caminhada, atividades físicas ao ar livre e tem uma vista incrível para o mar. 

O Farol do Cabo Espartel é um dos pontos turísticos mais visitados de Tânger, de lá é possível apreciar o Mar Mediterrâneo e seu belo tom azul. No local há uma infraestrutura com restaurantes e banheiro.

O encontro do Oceano Atlântico e Mar Mediterrâneo é perto do Farol de Tânger. Tem um mirante com a indicação da divisão do oceano e mar. O local une o azul de dois mares e não tem como não parar para registrar a vista. 

A medina está localizada na encosta de uma colina abriga o Dar el Makhzen, um palácio de sultões que foi transformado no Museu da Delegação Americana, que também fica na medina, lá está documentada toda a relação diplomática entre Estados Unidos e Marrocos em um antigo consulado de 1821.

Kasbah é uma antiga fortaleza cercada de muros altos para defesa da cidade. Hoje é um bairro com construções, detalhes arquitetônicos e contrastes de cores. 

 

Fez

É a segunda maior cidade de Marrocos, só fica atrás de Casablanca, com cerca de 1 milhão de habitantes e uma das cidades mais antigas do país. Apesar da capital de Marrocos seja em Rabat, Fez permanece a capital cultural e espiritual do país. 

Devido a formação da cidade é quase impossível não se perder pelas ruas que são como labirintos, nem mesmo o GPS é capaz de ajudar. Ao contrário do que acontece na maioria dos países, onde as ruas delimitam as casas, lá é o contrário, as casas foram criadas primeiro, e o que sobrou viraram as ruas. Com isso, os habitantes acabam se aproveitando e cobram gorjetas por qualquer indicação. Para conhecer bem o local e não se perder, o ideal é visitar o local com um guia.

Medina de Fez, no Marrocos.

Dos principais pontos turísticos da cidade o Túmulo da Dinastia Merenidi está localizado no alto de uma colina. É possível chegar de carro no local que tem vista panorâmica da cidade. 

A medina de Fez é Patrimônio Mundial declarado pela Unesco desde 1981. É a parte islâmica da cidade e o ponto turístico mais visitado.

O Curtume de Chouwara, fica dentro da medina, comporta cerca de 300 poços circulares, estes poços são onde os artesãos tratam, curtem e tingem couro de diversos animais. Para ver o curtume basta subir no terraço de um dos prédios. Os vendedores ao redor explicam como é o processo de fabricação e darão a você um pedaço de hortelã para cheirar, já que o cheiro é forte no local.

Curtume, local onde é tratado os couros dos animais. - Fez, Marrocos.

 

Essaouira

A cidade está localizada na costa sudoeste do Marrocos. Cerca de 350 km de distância da cidade Casablanca. É considerada local com as praias mais agradáveis de Marrocos, com extensos areais, dunas e centro histórico. 

Entre os pontos turísticos há Skala du Port, uma antiga fortaleza construída para proteger o Castelo Real, de onde é possível ter uma bela vista do mar, da cidade e do porto. Saindo da torre estará a muralha de Essaouira, com lojas de artesanato e produtos de todos os tipos. 

A cidade é famosa por suas praias e pela prática de windsurf, prancha de surf com uma vela entre 2 a 5 metros de altura. Há várias escolas de surf, windsurf e kitesurf para aprender e praticar, nas escolas é possível alugar os equipamentos. 

 

Chefchaouen

Localizado no norte de Marrocos, entre as montanhas do Rife, a cidade Chefchaouen, também conhecida como cidade azul, encanta os turistas que buscam canário colorido. São casas, vilas, vielas, ruas, pequenos prédios todos pintados de azul. 

A cidade foi fundada em 1471, é tradicional refúgio para judeus europeus. Foi a comunidade judaica que pintou a cidade. A cor é referência ao azul que tingia os objetos sagrados. Há outra versão que diz que simplesmente queriam reproduzir a visão do paraíso. 

Chefchaouen oferece diversas trilhas que levam à lindos mirantes, locais possíveis para admirar a paisagem e ter vista panorâmica do centro histórico azul da cidade. 

 

Casablanca

Casablanca é a maior e mais populosa cidade do Marrocos, está na costa atlântica. Tem o aeroporto mais importante do país, que recebe a maioria dos turistas e faz conexões para Europa. A cidade com o maior porto e maior centro industrial e comercial do Marrocos. A arquitetura é parecida com a da Europa, os edifícios têm uma versão francesa da arquitetura árabe.

O principal cartão postal da cidade é a mesquita Hassan II, a segunda maior do mundo. Ela pode receber até 25 mil fiéis e é a única do país que recebe visitantes não muçulmanos. A mesquita Hassan II foi construída na beira do mar, concluída em 1993 e possui um minarete de 210 metros de altura.

Mesquita Hassan II em Casablanca. Única mesquita aberta para visitantes no Marrocos.

La Corniche é a avenida a beira mar com vários bares, restaurantes e lojas. Ótimo local para passar o final de tarde e apreciar o pôr do sol. 

O Rick Café é o segundo lugar mais visitado da cidade, perdendo apenas para  a Mesquita Hassan II. O filme Casablanca não foi filmado nesse café, mas é uma réplica do que foi criado em Hollywood.

 

Da cultura a religião, conheça mais sobre esse destino repleto de contrastes com as nossas dicas e curiosidades sobre o Marrocos.

Marrocos é um país que vale a pena ser visitado, porém exigirar um pouco mais de pesquisa e planejamento no roteiro. Conheça esse destino e viva uma extraordinária imersão cultural pelas cidades do destino. 

 

0 Comentários

Deixe seu comentário

Galeria Fotos

    Ligamos pra você

    Nós ligamos pra você

    Enviar