Blog

Dicas de Viagem

Por Klas Viagens | 16/09/2019 às 09:00:00

Colômbia: Quais cidades visitar?

Colômbia: Quais cidades visitar?
A Colômbia tem muitas atrações para oferecer. Ideal para quem procura por praias incríveis, lugares históricos com arquitetura colonial, natureza surpreendente e muito mais. Conheça quais cidades visitar em uma viagem por esse país encantador.

 

Cartagena das Índias

Cartagena das índias ou apenas Cartagena é a cidade que mais recebe turistas em toda a Colômbia. Além disso, é a quinta maior cidade do país. Dentro da cidade tem a Cidade Amuralhada, com mais de 11km é o ponto principal de Cartagena, onde mantém a arquitetura tradicional, com cores, a agitação e é um bom lugar para se hospedar.

Partindo de Cartagena é possível chegar nas Ilhas da Colômbia que fazem parte do Caribe, como San Andres, Ilhas do Rosário, Ilha Baru, Ilha Mucurá e além de todas as praias do litoral colombiano.

Os principais pontos turísticos são:

 

Cidade Amuralhada

Cartagena foi fundada em 1533, era um porto comercial muito importante para o país. Para evitar invasões de piratas e estrangeiros o Rei Filipe II mandou construir uma muralha em volta da cidade, a construção demorou 200 anos. Dentro das muralhas há quatro bairros: Centro, San Diego, Matuna e Getsemani.

Está é a parte principal da cidade, o Centro Histórico. Praticamente tudo fica dentro das muralhas, além de ser a região central da cidade. É possível passear a pé ou de bicicleta e conhecer muito pontos turísticos. Dê lá dá para ver o entardecer, e o sol se pondo nas águas caribenhas.

 

Torre del Reloj

A principal entrada para a Cidade Amuralhada é onde está a Torre del Reloj. Antigamente havia uma ponte de madeira que conectava a cidade histórica com o bairro Getsemaní. A torre foi construída no século XVIII.

 

San Diego

San Diego é um bairro na região central. Está dentro da Cidade Amuralhada, é um local mais residencial, as construções são menores, é um lugar com boas opções de restaurantes. Se hospedar no bairro é uma forma mais acessível dentro da Cidade Amuralhada. A região é tranquila e é possível ter maior contato com os moradores. Antigamente o bairro era onde viviam os comerciantes e a classe média da cidade.

 

Plaza de la Aduana

É a maior praça da cidade, com vários prédios históricos envolta e uma estátua de Cristóvão Colombo ao centro. Diferente do Brasil, não é uma praça arborizada, na verdade não tem nenhuma árvore. É um espaço e ao redor tem vários prédios administrativos que são o charme da praça.

 

Santuario San Pedro Claver

Caminhando um minuto na Plaza de la Aduana é possível encontrar a igreja católica que é uma homenagem a San Pedro Claver, padre espanhol que foi canonizado. O Santuário foi construído entre 1580 a 1654. Para entrar é necessário pagar 9.000 COP.

 

Plaza de Bolívar

Localizada no centro histórico de Cartagena é a praça mais importante e mais visitada da cidade. A Plaza de Bolívar foi ambiente de organizações militares e local que os hereges eram executados durante a inquisição. É o local mais arborizado de Cartagena e onde na maioria dos dias é possível encontrar danças caribenhas.

 

Palacio de la Inquisición

O Palacio de la Inquisición é o principal monumento histórico da cidade, o local é hoje a sede do Museu Histórico de Cartagena. Em 1770, o prédio foi construído com a finalidade de se tornar um tribunal, havia um espaço adequado para inquéritos, câmaras de tortura, prisões e salas de julgamento. Depois, o local serviu como residência de Don Bartolomé Martínez Bosio e em 1940 o governo comprou o prédio para transformar em museu. Neste museu é possível descobrir a história da inquisição de Cartagena, as condenações e execuções.

 

Catedral de Santa Catalina de Alejandría

A Catedral foi a primeira igreja construída em Cartagena. Tiveram três edifícios, o primeiro foi construído logo após a fundação da cidade, mas foi consumida por um incêndio. A segunda, foi construída logo em seguida, mas na época não havia muitos recursos. Quando a cidade conseguiu mais fundos a igreja foi reconstruída para a atual.

É possível vê-la de diversos pontos da cidade, a torre vista nas fotos pertence à Catedral.

Catedral de Santa Catalina de Alejandría, na Colômbia.

 

Plaza Santo Domingo

A praça recebeu esse nome pois o Convento de Santo Domingo fica em frente. É conhecida pela estátua de Fernando Botero. É um local com vários bares e restaurantes e mesas do lado de fora. É um ótimo local para fotos, inclusive há mulheres vestidas com indumentárias típicas e cestas de frutas em frente ao convento como uma atração turística.

 

Plaza de las Bóvedas

É um local com diversos arcos amarelos. Tem uma grande variedade de lojas com suvenires. Antigamente, foi construída para se tornar masmorras, onde presos ficavam até definirem o destino. Os produtos, principalmente para turistas, tendem a ser mais caros nessas lojas.

 

Teatro Adolfo Mejía

A arquitetura do teatro foi pensada para formar uma ferradura, com palcos e sacadas. Foi construído no local da antiga igreja das Mercês e inaugurado em 1911. O palco do teatro foi colocado no lugar no antigo altar da igreja. No teatro é possível fazer visitas guiadas durante a semana, nessas visitas pode-se conhecer os bastidores, o palco, a coxia e todos os andares do camarote. O local recebe grandes espetáculos.

 

Vulcão de Totumo

O Vulcão de Totumo fica a 40 km de Cartagena. São organizadas excursões saindo de Cartagena para o vulcão. Ao chegar no local, é possível subir 20 metros por uma escada de madeira. O buraco com a lama no vulcão tem 2 mil metros de profundidade, mas é bem tranquilo para ficar boiando, de certa forma a lama ajuda a manter o corpo para cima. A lama é morna e dá para ver algumas bolhas estourando na superfície.

 

Caribe colombiano

Para quem já foi para outras praias do Caribe, não espere que seja igual. As praias colombianas são cheias e as águas não tão claras quanto em outros lugares. Além de praia, o litoral colombiano, principalmente Cartagena, é rico em arquitetura com seus prédios históricos coloridos que encantam cada vez mais e as sacadas repletas de flores.  

As principais atrações do Caribe Colombiano são as ilhas, como Ilhas do Rosário, Ilha Bacú, entre outras que não fazem parte de Cartagena, como Ilha de San Andres.

 

Ilhas do Rosário

É um arquipélago de 28 ilhas particulares, muitas dessas ilhas são hotéis, resorts ou hospedagens de luxo. As ilhas são privadas, ou seja, se não estiver hospedado em nenhuma delas só é possível fazer mergulho e snorkel ao redor das ilhas.

 

Bogotá

A capital e maior cidade da Colômbia. Bogotá fica à 2640 metros de altitude, sendo a terceira cidade mais alta do mundo, atrás apenas de La Paz e Quito.

Com a altitude de Bogotá é necessário tomar alguns cuidados, como beber bastante água e evitar o consumo de cigarro e álcool nos primeiros dias da viagem. É normal os turistas sentirem falta de ar, dores de cabeça, insônia, tontura, perda de apetite e fadiga.

As cores vibrantes de Bogotá.

Bogotá tem tudo que uma cidade grande tem a oferecer. É uma ótima opção para quem quer viajar para fora do Brasil, mas sem ir aos destinos tradicionais. O número de espaços culturais é imenso, são 58 museus, 62 galerias de arte, 33 bibliotecas tecnológicas, 45 salas de palco, 75 áreas esportivas, 75 parques de atrações e 150 monumentos nacionais.

 

Jardim Botânico José Celestino Mutis

É o maior jardim botânico da Colômbia, com muita fauna e flora desde a fundação, em 1955. O ambiente é utilizado para lazer, centro de pesquisa e conta com uma cachoeira artificial. O Jardim Botânico José Celestino Mutis tem quase 20 hectares e é um passeio ideal para relaxar. Além da natureza, o local abriga o relógio do sol, flores amazônicas e coleção de orquídeas.

 

La Candelária

O bairro faz parte do Centro Histórico de Bogotá é o local que a cidade foi fundada. é possível ver diversas construções antigas e edifícios coloniais. Aqui estão localizados vários pontos turísticos, como Museu del Oro, Casa da Moeda, Museu Botero, Plaza de Bolívar e a Catedral. Além disso, estão alguns prédios administrativos de Bogotá.

É muito recomendado caminhar pelo bairro La Candelária para conhecer tudo de perto, as construções antigas, ruas estreitas e os principais pontos turísticos da cidade.

 

Museu Internacional da Esmeralda


A Colômbia é responsável por 95% da produção de Esmeralda no mundo. Por isso, em Bogotá há um museu dedicado às esmeraldas colombianas. Além de contar tudo sobre as esmeraldas o museu está no 23º andar e conta com uma vista incrível.

Ao entrar no museu existe uma passagem que simula os diferentes tipos de mina de esmeralda. Após fazer a visita guiada há uma sala com muitas esmeraldas de diferentes formatos e tamanhos. É um passeio ideal para quem gosta do assunto.

 

Museu del Oro

É um dos principais museus da Colômbia e o museu do ouro mais importante do mundo. Foi fundado em 1939 com 1400 peças, hoje, conta com mais de 54 mil objetos. Em 2008, o museu foi reformado e ampliado para 13 mil metros e 5 salas de exposições. Em todo o local é possível ver exposições dedicadas às técnicas de mineração, conhecimento do uso dos metais no âmbito político e religioso, pesquisa em temas místicos e o símbolo dos metais e a importância do patrimônio preservado.

 

Plaza de Bolívar

É o local da fundação de Bogotá e a principal praça da cidade. O espaço já foi mercado dos camponeses, abrigou o pelourinho, praça de toros, fonte pública de água e até fuzilamento de inimigos políticos. Hoje, ao redor da praça há vários prédios administrativos.

A praça era chamada de Plaza Mayor. Mas em 1919, foi lá que a população recebeu Simon Bolívar e os soldados que ganharam a Batalha de Boyacá, a vitória deu a independência aos colombianos. Desde então, foi renomeada como Plaza de La Independência e em 1846 como Plaza de Bolívar.

 

Monserrate

O Cerro Monserrate é um dos pontos mais altos de Bogotá. Dê lá, é possível ir até o mirante e ter uma vista magnífica da cidade. Para chegar lá dá para utilizar um teleférico, um trem, ou ir a pé. Há muito verde, locais para relaxar e apreciar o contorno da cidade.

Outro mirante, mas não tão incrível quanto Monserrate, é o Mirador la Calera. É uma segunda alternativa para admirar a cidade de cima.

 

Catedral de Sal

Na cidade de Zipaquirá, à 50 km de Bogotá, é possível visitar uma catedral que está 180 metros abaixo do solo. A Catedral de Sal foi esculpida a mão por mineiros dentro das minas de sal. É a primeira maravilha do mundo que pertence à Colômbia.

A igreja faz parte do complexo Parque do Sal, local dedicado à mineração, geologia e recursos naturais. O Parque, é um ponto turístico que faz parte do ecoturismo e turismo religioso.

O Parque do Sal tem vários pontos, El Eje Sacro, o Domo Salino, a Mina, Museu da Salmoura, barragem, área florestal e a Catedral de Sal.

 

Medellín

É a segunda maior cidade da Colômbia, com 2,5 milhões de habitantes. É uma metrópole com vários museus e parques. Medellín fica no meio das montanhas e os principais bairros são: Poblado, Laureles e Candelária.

Em questão de segurança, é melhor tomar mais cuidados na cidade. Pois ela é um pouco mais perigosa do que as outras cidades turísticas da Colômbia. Sempre saia sabendo onde vai, é bom evitar se aventurar.

Medellín é a única cidade da Colômbia que possui metrô. As linhas não são muito longas, mas passa por vários pontos turísticos. O táxi na região não é caro e acaba sendo uma boa opção de mobilidade.

As principais atrações turísticas de Medellín são: Parque Explora, Museu Antioquia, Plaza Botero, Museus de Medellín, Mercado Minorista e Mercado Manila, Jardim Botânico, Parque Arví, Parque de los Pies Descalzos e Cerro de Nutibara. Além disso, vale a pena fazer um bate e volta à cidade de Guatape e conhecer La Piedra del Peñol e Laguna.

 

Ilha de San Andrés

Esse é um dos principais pontos turísticos da Colômbia. Para chegar até a ilha são 1h30 saindo de Cartagena. As águas são bem claras e praias incríveis. É a maior ilha do arquipélago de San Andrés, com 26 km. Os melhores meses para visitar a ilha são de janeiro a maio, quando chove menos. De setembro a outubro chove muito e pode ocorrer tempestades tropicais.

Ilha de San Andres - Caribe Colombiano.

San Andres faz parte do caribe colombiano, as suas águas azuis chamam a atenção de todos e é um bom destino para conhecer. Porém, o viajante que for visitar a ilha deve administrar muito bem as expectativas, pois San Andres não conta com uma rede hoteleira de alto padrão (como vemos vem Cancun, por exemplo) e a estrutura local não é das melhores. É importante ficar atento aos passeios, em alguns casos vale a pena um tour privativo de barco, pois algumas praias podem estar bem cheias.

 

Barranquilla

A cidade foi fundada em 1629, possui um dos portos mais importantes da América do Sul. É um lugar que tem modernidade, mas não esquece das tradições. A cidade tem o principal festival folclórico da Colômbia, o Carnaval de Barranquilla, Patrimônio Cultural da Nação pelo Congresso da Colômbia em 2001, com quatro dias de muita festa.

De lá, é possível ver o encontro do Rio Magdalena e o Mar do Caribe, chamado de Bocas de Ceniza. Uma viagem de trem que leva 45 minutos para chegar ao destino e apreciar o encontro das águas. 

Barranquilla é a cidade que Shakira, a atriz e modelo Sofía Vergana e a Miss Universo 2014, Paulina Veja, nasceram.

Os principais pontos turísticos são: Bocas de Cenizas, Feira da Praça dos Artesãos, Caminhar por El Prado, Paseo Bolívar, Teatro Amira de La Rosa, Museu del Caribe, Ponte Pumarejo, Porto Colômbia, Praça da Paz e Castelo de Salgar.

 

Após conhecer tantas atrações colombianas, dá até vontade de arrumar as malas e partir em viagem para a Colômbia. Não esqueça de nossas dicas ao programar as suas férias ou conte com a a nossa consultoria de viagem para preptarar um roteiro especial e sob medida.

Pacotes Relacionados

0 Comentários

Deixe seu comentário

Galeria Fotos

    Ligamos pra você

    Nós ligamos pra você

    Enviar